Loading ..

Blog

As Barragens do Douro e o seu Processo de Eclusagem

voltar

Fique a saber mais sobre as Barragens do Douro e o seu processo de eclusagem durante um fantástico cruzeiro!

Inês Sousa

Inês Sousa

Email

Após um Verão atarefado e quente chegou, enfim, a época que se repete todos os anos: o encerramento das Barragens que controlam as águas do Rio Douro.

Terão sido milhares as vezes que as comportas destas barragens se abriram durante os meses quentes, deixando avançar as embarcações que sobem ou descem o rio, mostrando aos seus passageiros as paisagens mais espetaculares da região duriense da melhor perspetiva possível.

São 5 as Barragens existentes no Rio Douro em território portuguêsSão 5 as Barragens existentes no Rio Douro em território português
A maior parte das Barragens do Douro possuem eclusas de navegação, possibilitando a realização de cruzeirosA maior parte das Barragens do Douro possuem eclusas de navegação, possibilitando a realização de cruzeiros

No entanto, após meses em pleno funcionamento, e por questões de segurança, as Barragens encerram durante (cerca de) três meses, de forma a conseguir fazer-se a manutenção necessária. Aguce, então, o seu conhecimento e fique a saber mais sobre o encerramento das Barragens do Rio Douro que acontece todos os Invernos, entre janeiro e fins de março.

 

A solução para um Rio Douro navegável

Desde o Porto a Barca D’Alva (o limite navegável do Douro em território português) construíram-se cinco as barragens ao longo dos anos para controlar a ferocidade do rio. E elas são: Barragem de Crestuma-Lever, Barragem do Carrapatelo, Barragem da Régua (Bagaúste), Barragem da Valeira e Barragem do Pocinho.

A Barragem do Carrapatelo é a maior barragem do Douro (desnível de 35 metros)A Barragem do Carrapatelo é a maior barragem do Douro (desnível de 35 metros)
A Barragem de Crestuma-Lever é a barragem mais próxima do Porto (desnível de 14m)A Barragem de Crestuma-Lever é a barragem mais próxima do Porto (desnível de 14m)

Estas barragens têm um processo de eclusagem bastante interessante e único no mundo. Faça um Cruzeiro pelo Rio Douro e poderá viver esta experiência fascinante. Explicamos resumidamente o processo.

Depois da embarcação entrar nas comportas da Barragem as suas portas fecham – não se preocupe que o espaço é bastante grande e agradável, mesmo para os mais claustrofóbicos. Se estiver a realizar a subida do Rio, o barco entra numa espécie de compartimento com céu aberto e, a partir de um sistema moderno colocado no chão desta divisão, a água começa a entrar na divisão.

Assim, lentamente, o barco começa a flutuar e vai ficando mais próximo do limite superior do compartimento, à medida que mais água vai entrando. O nosso guia explicará todo o mecanismo e – acredite – este processo é tão suave que se não lhe disséssemos o que estava a acontecer, nem notaria. Olhe para as paredes durante este processo e vai aperceber-se que o barco, aos pouquinhos, vai subindo até atingir o patamar superior. No final deste processo, o barco está ao nível do rio e poderá continuar o seu percurso.

O processo de eclusagem espanta turistas vindos de todo o mundoO processo de eclusagem espanta turistas vindos de todo o mundo
E torna qualquer passeio pelo Douro ainda mais especialE torna qualquer passeio pelo Douro ainda mais especial

Caso esteja a realizar a descida do Rio Douro, o processo é exatamente o mesmo. No entanto, ao invés de sentir o barco a subir, a água vai sendo extraída da divisão e o barco vai descendo lentamente. Quando o barco atinge o patamar inferior desta divisão, as postas abrem-se e continua a navegação.

Neste processo, é impressionante ver como até os adultos, perante esta situação, deixam o seu lado mais infantil apoderar-se e são absorvidos pela curiosidade, não conseguindo calar as perguntas que se impõem: “o que está a acontecer?”, “como é que a água está a subir (ou a descer)?”, “como funciona o mecanismo?”. Fotografias não faltam e os nossos guias terão todo o gosto de responder a todas as questões.

 

As Comportas do Douro voltarão a abrir-se em Breve…

A verdade é as Barragens do Douro não param durante a época do Verão. Diariamente, dezenas de barcos cruzam o Rio e elas têm de responder com a máxima eficiência e segurança. Assim, a partir de janeiro, estas encerram para a sua devida manutenção. A época de cruzeiros fica suspensa, os nossos barcos atracam (vão também para os estaleiros para sua manutenção) e o Douro fica inavegável.

No Inverno, uma boa opção para um passeio de barco é o cruzeiro entre Pinhão e TuaNo Inverno, uma boa opção para um passeio de barco é o cruzeiro entre Pinhão e Tua
Também o Cruzeiro das Pontes continua a realizar-se e é uma agradável experiênciaTambém o Cruzeiro das Pontes continua a realizar-se e é uma agradável experiência

No entanto, se pretender experienciar a sensação de fazer um passeio de barco pode, de momento, optar pelo famoso Cruzeiro das Pontes, um passeio de 50 minutos pela zona ribeirinha do Porto. Este é um percurso mais curto (não passa qualquer Barragem) e encontra-se disponível todo o ano. A esta experiência pode, ainda, aliar uma magnífica visita a uma das mais famosas Caves de Vinho do Porto com espetáculo de Fado, no nosso programa Cruzeiro das Pontes com Fado. Para além disso, também aconselhamos o nosso sublime Cruzeiro Pinhão-Tua-Pinhão, disponível todo o ano.

E aproveite para agendar já o seu Cruzeiro ao Douro, para usufruir a partir do mês de Abril. 

Está preparado para esta viagem relaxante e simultaneamente empolgante?

Inês Sousa

Inês Sousa

Email