Blog

Região Vitivinícola Távora e Varosa: Um Paraíso para Descobrir!

voltar

Desde a História aos famosos Espumantes, conheça um dos lugares mais genuínos de Portugal!

Daniela Azevedo

Daniela Azevedo

Email

O Douro, por entre o seu vale e paisagens de cortar a respiração e que nos ficam gravadas para sempre na memória, esconde vários segredos que valem a pena ser descobertos. Um deles é a região vitivinícola Távora e Varosa que, sendo também uma região demarcada, se cruza em muitos pontos com a região duriense.

Quer já lá tenha ido e queira repetir a experiência (é sempre surpreendente, acredite!), quer nunca tenha ouvido falar e está curioso, vai acabar de ler este artigo com uma vontade imensa de visitar tamanha beleza natural. Aproveite o bom tempo e, simplesmente, vá. Haverá algo melhor do que uma escapadinha pela região duriense?

Távora e Varosa: desde a História à fama dos seus Espumantes!

Conta a lenda que corria o ano de 1138 quando, nas margens dos rios Távora e Varosa, três monges que tinham abandonado a ordem de Cluny decidiram aí construir mosteiros por entre vales onde o acesso era tudo menos fácil. Surgia assim a “descoberta” desta importante região (por onde já tinham passado romanos, suevos e visigodos). E, lendas à parte, foi aqui que os Monges de Cister ergueram alguns dos mais bonitos monumentos cistercienses. Entre eles está, claro, o Mosteiro de S. João de Tarouca que, reza a História, foi o primeiro da Península Ibérica, datado do século XII. Foram também os monges os grandes responsáveis pela produção de vinho na região.

Távora e Varosa é uma das regiões Vitivinícolas de maior renome em portugalTávora e Varosa é uma das regiões Vitivinícolas de maior renome em portugal
O mosteiro de são joão de tarouca foi um dos primeiros mosteiros da península ibéricaO mosteiro de são joão de tarouca foi um dos primeiros mosteiros da península ibérica

Esta zona do país é também conhecida por ser a terra mãe do importante escritor português Aquilino Ribeiro e por ser o berço de alguns dos melhores espumantes nacionais e de alguns vinhos. Na verdade, a área vinícola abrange aproximadamente 2100 hectares e estende-se pelos concelhos de Lamego, Tarouca, Moimenta da Beira, Armamar, Tabuaço, São João da Pesqueira, Sernancelhe e Penedono. E as suas famosas vinhas encontram-se, mais ou menos, entre os 500 e os 800 metros de altitude.

Assim, a região vitivinícola demarcada de Távora e Varosa confina a norte com a região demarcada do Douro, chegando a sobrepor-se em alguns lugares. E, tal como no Douro, nesta região as condições climáticas são únicas, assim como os solos que são maioritariamente graníticos, mas com pouco calcário, apesar de por vezes serem xistosos com uma relevante erosão de ácidos. Isso, associado ao clima temperado e seco, fazem desta uma região a ideal para a produção de vinho, que foi reconhecida legalmente em Diário da República (Decreto-Lei nº 443/99 de 2 de novembro), decretando-a então apta e capaz de produzir vinhos tintos, brancos, rosados e espumantes. De todos eles, o ex-libris da região é mesmo o espumante, cuja fama tem atravessado as fronteiras mais audazes. A título de curiosidade, e como seria de esperar, todos os vinhos da região passam pela Comissão Vitivínicola Regional Távora-Varosa, que certifica a sua autenticidade.

As vinhas desta região produzem alguns dos melhores vinhos e espumantesAs vinhas desta região produzem alguns dos melhores vinhos e espumantes
A sua vasta dimensão cobre grande parte da região do DouroA sua vasta dimensão cobre grande parte da região do Douro

Relativamente aos outros vinhos produzidos nestas terras, as castas que predominam nos vinhos brancos são a Bical, Cerceal, Fernão Pires, Gouveio e Malvasia Fina. Já nos tintos, encontra-se a Tinta Barroca, a Tinta Roriz, Touriga Branca e Touriga Nacional. Os vinhos brancos têm um aroma cítrico e são brilhantes e frescos. Os tintos apresentam-se mais encorpados e não menos deliciosos.

Importa, ainda, referir que as castas francesas Chardonnay e Pinot Noir têm uma presença marcada e quase centenária na região. Talvez esta seja uma das mais explicativas razões para a zona ter ficado bastante conhecida pela qualidade dos espumantes que aqui se produzem. Aliás, a nível nacional, foi esta a primeira região a ser demarcada para a produção de espumante DOC, em 1989. Ou seja, se nunca provou os espumantes da região, não sabe mesmo o que está a perder!

E se já está com vontade de sair de casa, pegar no carro e rumar a esta maravilhosa região, propomos-lhe uma experiência ainda melhor: uma magnífica escapadinha nesta região. Este é um programa de 2 dias que parte do Porto e reúne algumas das experiências mais típicas da região do Douro e da região do Távora e Varosa: um magnífico Cruzeiro no Douro, viagem de comboio, almoços típicos, visita a famosa Cave produtora de espumante com uma deliciosa prova de espumante e um passeio guiado pela região, incluindo os principais pontos turísticos de Lamego. A viagem promete, não acha?   

Com o nosso fantástico programa de 02 Dias poderá descobrir todos os recantos desta regiãoCom o nosso fantástico programa de 02 Dias poderá descobrir todos os recantos desta região
Deixei-se levar pelas incríveis vinhas desta região demarcada do alto douroDeixei-se levar pelas incríveis vinhas desta região demarcada do alto douro

Assim, estes serão dois dias muito bem passados onde, para além de aprender mais sobre a região de Távora e Varosa e passear por incríveis paisagens, poderá apreciar alguns dos mais icónicos lugares do Douro e viver experiências únicas que, certamente, vai querer repetir.

Por isso, aproveite o Verão e parta à aventura. Reserve já o seu lugar e descubra este magnífico tesouro nacional que é a região de Távora e Varosa. Boa viagem!

Daniela Azevedo

Daniela Azevedo

Email
Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui