Blog

Viagens de Inverno: o Cenário do Douro e as Experiências Mais Típicas

voltar

Agasalhe-se bem: o frio do Douro assusta, mas confere à Região um brilho especial!

Catarine Martins

Catarine Martins

Email

A região do Douro, especial pela sua própria Natureza, é um ex-libris nacional, com paisagens encantadoras, capazes de nos tirar o fôlego e suster a respiração. Aliás, não é por acaso que o Douro se assume como um cenário inspirador, não só para pessoas anónimas que por aqui procuram inspiração, mas também para escritores e pintores.

Contudo, há quem ache que a beleza do Douro se restringe aos dias longos e quentes de Primavera ou Verão. Puro engano. Mito. A região duriense é absolutamente deslumbrante em qualquer altura do ano, com a sua paisagem única a provar a perfeita simbiose entre a sabedoria da Natureza e a inteligência humana. E é, sobretudo, no Inverno, quando as massas turísticas já há muito partiram e reina o sossego, que uma viagem ao ale Douro consegue ser ainda mais especial.

A beleza do Douro mantém-se inalterável durante todo o anoA beleza do Douro mantém-se inalterável durante todo o ano
O Inverno é uma das melhores estações para visitar este ValeO Inverno é uma das melhores estações para visitar este Vale

Por isso, se está cansado do programa cozinha/sofá, convide os amigos, a família ou a sua cara metade e faça do Douro o cenário de uma experiência única e inesquecível.

O Douro no Inverno

Como provavelmente saberá, a região duriense tem um microclima que se assume como uma das principais razões para que o vinho produzido na região seja delicioso. Assim, a cadeia montanhosa que protege o Douro da influência do oceano Atlântico, oferece à região um clima continental, onde os Invernos são frios, mas, ainda assim, convidativos a passeios.

Isto porque o frio não tira beleza à região duriense, muito pelo contrário.  Além das paisagens serem de cortar a respiração, é no Inverno que a gastronomia tradicional duriense e as provas de vinhos sabem ainda melhor. Pratos como a bôla de Lamego ou o cabrito assado, acompanhados por um vinho produzido no Douro, fazem jus ao ditado popular “de comer e chorar por mais”.

É, igualmente, nesta altura do ano que os miradouros, as Quintas produtoras de vinho e as aldeias vinhateiras estão mais vazias, o que convida à contemplação sossegada do Vale do Douro, proporcionando excelentes momentos de introspeção. E, claro, fotografias únicas para os amantes dessa arte.

Com o seu microclima e menos turistas, poderá aproveitar ainda melhor as vistas da regiãoCom o seu microclima e menos turistas, poderá aproveitar ainda melhor as vistas da região
E o frio do Inverno convida a uma refeição duriense aconcheganteE o frio do Inverno convida a uma refeição duriense aconchegante

E se é certo que no Inverno as barragens estão fechadas para manutenção, estando, por isso, interdita a cruzeiros a maior parte da extensão do Rio Douro, há algumas zonas nas quais continua a ser possível navegar.

Em suma, se procura visitar o Douro sem pressas e sem multidões, esta é uma das melhores alturas para o fazer!

Experiências no Douro: o melhor programa para visitar a região no Inverno

Por todas estas razões, nada melhor do que um programa delicioso para fazer um passeio de Inverno no Douro, tornando-se numa experiência inesquecível, não concorda? Assim, sugerimos-lhe que venha connosco no já muito aclamado programa “Experiências no Douro”, no qual nos aventuramos pelas maravilhosas curvas de uma das estradas mais bonitas do mundo – a N222, que liga a cidade de Peso da Régua ao Pinhão. Neste programa repleto das mais típicas experiências durienses, pode ainda contar com um emblemático Cruzeiro a bordo de um tradicional Barco Rabelo, entre a maravilhosa zona do Pinhão e a Romaneira, no qual conseguirá sentir o pulsar da Natureza e a sua irrefutável perfeição. Não se esqueça da máquina fotográfica, porque vai mesmo querer registar cada instante desta inigualável beleza natural.

Descobrir o Douro pela N222 é uma experiência inesquecívelDescobrir o Douro pela N222 é uma experiência inesquecível
Pode ser Inverno, mas os cruzeiros mais pequenos ainda nos permitem viver o Douro pelo seu rioPode ser Inverno, mas os cruzeiros mais pequenos ainda nos permitem viver o Douro pelo seu rio

Com efeito, para além de o levarmos a contemplar algumas das mais belas paisagens do Douro, iremos também guiá-lo, como não poderia deixar de ser, numa visita por uma das mais famosas Quintas produtoras de vinho. Pelo meio, não só poderá desfrutar duma paz absolutamente avassaladora, como ainda irá saborear uma deliciosa prova de vinho Moscatel, acompanhada de experientes enólogos prontos para partilharem tudo o que precisa de saber sobre os vinhos do Douro. Caso tenha questões ou curiosidades, não hesite em questioná-los porque – acredite! – eles vão querer partilhar tudo consigo e tudo vão fazer para que dali sai completamente surpreendido.

Por falar em boas recordações, e porque o Douro não se faz, apenas, de paisagens deslumbrantes, irá provar algumas iguarias da inigualável Gastronomia duriense, num almoço tradicional confecionado em potes de ferro, bem como visitar o Museu do Pão e do Vinho e a Padaria de Favaios, numa aldeia encantadora bem no coração do Douro. Afinal, pode nunca ter ouvido falar de Favaios, mas assim que der por si na pequena aldeia, dificilmente se esquecerá do seu charme natural.

A verdade é que, no Inverno, o Douro assume-se como um refúgio perfeito para todos aqueles que gostam de passeios calmos, mas também saborosos e regados a (bom) vinho. É como se o Douro estivesse apenas e só ali para eles…. Para si. Por isso, venha daí e reserve já o seu lugar. Prometemos-lhe algumas das melhores memórias da sua vida neste que é um passeio inesquecível!

Catarine Martins

Catarine Martins

Email
Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui