Blog

Menus de Carne, Peixe ou Vegan: o Douro que Agrada a Todos

voltar

Apure bem o paladar: no Douro há sabor a Tradição, misturado com originalidade!

Catarine Martins

Catarine Martins

Email

Conhecida pelas belíssimas paisagens eleitas Património da UNESCO e pelo delicioso Vinho do Porto, qual néctar dos deuses, a região do Douro esconde um segredo delicioso: a Gastronomia.

Pois é! Se nunca provou as iguarias durienses, com as magníficas aldeias vinhateiras ou o Vale do Douro como pano de fundo, não sabe mesmo o que está a perder. Há menus para todos os paladares e preços, que lhe vão permitir uma experiência cinestésica memorável. E não há desculpas! Nem o facto de ser vegetariano o impedirá de saborear bons pratos durienses. Afinal, o Douro é de todos e para todos, e o que não falta nesta região são opções de nos “deixar com água na boca”, com sabor a Tradição.

 

Desde a Carne ao Peixe, a Cozinha Duriense é uma Arte

Nada do que começar mesmo pelo início: as entradas! Uma das entradas mais famosas na região Duriense é a deliciosa Bôla de Lamego. Original da elegante cidade de Lamego, já se tornou uma das estrelas da Gastronomia do Douro. Confecionada com uma massa fofa parecida à do pão, o segredo da bôla é o se recheio, que pode ser ter diversos ingredientes, desde carne (a mais típica) a bacalhau, não esquecendo o salpicão ou, numa versão vegetariana, legumes. Na próxima visita ao Douro, não deixe de provar esta iguaria porque vale mesmo a pena!

E por falar em pratos deliciosos, os amantes de sopa vão encontrar no Douro várias opções apetecíveis. Numa sabedoria passada de geração em geração, há a sopa de cebola com feijão vermelho ou troncha e – claro! – há também o caldo de nabiças e o caldo verde. E para os amantes de novos sabores, nada como provar o caldo de papas ou a sopa de castanhas piladas.

Passando ao prato principal, são várias as refeições bem tradicionais que pode experimentar. Em comum todos têm o facto de serem muito saborosas e de serem preparadas à base de produtos da região. E, em alguns lugares, ainda se cozinha à moda antiga, em potes de ferro colocados ao lume. Se nunca experimentou os sabores apurados desta maneira de cozinhar, então não sabe o que está a perder!

A nível de produtos utilizados, a carne é de gado duriense ou de caça e o peixe é pescado no Rio Douro e seus afluentes. Já os legumes são cultivados nas hortas e até as frutas provêm das mais diversas árvores de espalhadas pelo Douro. Ou seja, todos os pratos são preparados à base de ingredientes frescos e típicos o que, não só os torna mais saborosos e únicos, como permite alavancar um pouco a economia local.

Assim, para quem provar deliciosos pratos de carne, aconselhamos vivamente o cabrito assado em forno de lenha com arroz e batatas, o javali estufado, o bom Cozido à Portuguesa, a perdiz assada no espeto, a lebre, o coelho bravo com míscaros, a excelente Posta à Mirandesa ou os Torresmos à moda de Cinfães. E se os seus gostos são mais de peixe, há várias iguarias deliciosas, principalmente o peixe que é servido de escabeche (tendo, portanto, repousado em vinagre) ou frito.

E quanto à sobremesa, saiba que o Douro é um excelente exemplo da deliciosa doçaria Portuguesa. Porque não provar as bôlas de amêndoa, os biscoitos de Ervedosa, as Cavacas de Resende ou o bolo rei de Tabuaço? A verdade é que ir ao Douro e não provar uma destas sobremesas é um erro quase tão grave como partir à descoberta da região sem fazer um Cruzeiro no Douro: simplesmente impossível!

 

Menus “Vegan” de “Comer e Chorar por Mais”

Como região do interior de Portugal, a carne é o expoente máximo da Gastronomia duriense, fazendo jus à História da região. Se, antigamente, era muito difícil chegar ao litoral do país para provar uma deliciosa e diversificada palete de peixes, mais difícil ainda era acompanhar os laivos da mudança. Mas, hoje em dia, tudo é diferente e, apesar da Tradição se manter bem viva, também o Douro se foi modernizando, conseguindo atualmente responder às necessidades de todos. Assim, e ao contrário do que muita gente pode pensar, no Douro também encontramos saborosas refeições “vegan”, que conseguem agradar a todos.

No restaurante Manjar do Douro – um dos restaurantes típicos que visitamos nosso muito aclamado Douro Encantado – há um delicioso menu vegetarianos que inclui opções como penne salteada com legumes, vegetais agridoces, legumes mediterrâneos salteados, caril de legumes, salada de batata com gengibre picante ou omelete de vegetais.

Também o conhecido restaurante Castas e Pratos, em Peso da Régua, tem excelentes opções como o risotto de espargos verdes e os raviolis de abóbora com molho de tomate e legumes, ambos extremamente deliciosos.

Mas as opções não ficam por aqui! Na Quinta do Portal, em Sabrosa, terá a oportunidade de degustar um jantar vegetariano de 5 pratos regado – claro está – a bom vinho (quando fizer a sua reserva, é importante mencionar que pretende o jantar vegetariano). E a esta celebre Quinta juntam-se muitos outros restaurantes, mais ou menos conhecidos, que dispõe de várias opções gastronómicas à base de legumes e fruta. Ou seja, mesmo que não aprecie carne ou peixe, no Douro não faltarão oportunidades de comer bem.

Assim, seja qual for a sua dieta alimentar ou os seus gostos, saiba que será muito bem-vindo à região duriense, onde as paisagens de cortar a respiração são uma constante, onde as suas gentes lhe sorrirão sempre e onde a Gastronomia que conseguirá preencher o estômago e o coração.

 

Em suma, deixe-se de desculpas… do que está à espera para marcar a próxima escapadinha à região mais bonita do Norte do país?

Catarine Martins

Catarine Martins

Email
Aviso! Ao navegar no nosso site estará a consentir a utilização de cookies para uma melhor experiência de utilização.
Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui