Blog

Pontes do Douro: Ponte da Arrábida

voltar

Descubra a história e curiosidades da Ponte da Arrábida, a infraestrutura que marcou a história da cidade do Porto

Helena Azevedo

Helena Azevedo

Email

Com um aumento exponencial do trânsito na Ponte Luís I, sentiu-se a necessidade de construir uma nova ponte sobre o Rio Douro.

A Ponte da Arrábida foi a segunda a ser construída para a circulação rodoviária. Esta obra complexa de engenharia não só deu à Invicta um novo centro na Boavista, como ficou intimamente ligada à construção da autoestrada que faz a ligação entre o Norte e o Sul de Portugal, constituindo-se, assim, como uma das obras de maior importância para o desenvolvimento de todo o país.

A Ponte da Arrábida é uma das obras-primas do engenheiro Edgar Cardoso. Foi inaugurada em 1963 e tinha, na altura, o maior arco de betão armado do mundo. Atualmente, é uma obra classificada como monumento nacional.

O comprimento total do tabuleiro é de cerca de 615 metros, tem uma largura de 27 metros, um vão de 270 metros e atinge 70 metros acima do nível médio das águas. Os quatro grandes pilares que rematam a zona central da ponte apresentam esculturas em bronze, integradas no espírito inovador e na estética modernista da Ponte.

Na sua inauguração, cheia a pompa e circunstância, está documentada a presença do Presidente da República Américo Tomás, a quem coube o “momento crucial” da obra, carregando nos botões que retiravam a “primeira costela da ponte” o cimbre (estrutura metálica provisória) que suportara a sua construção. Há quem diga que este foi um momento de muita tensão e receio para o então Presidente.

Atualmente, algumas caraterísticas funcionais da ponte já se alteraram. No início, o tabuleiro possuía dois viadutos de acesso, duas faixas de rodagem, duas pistas para ciclistas, dois passeios, um separador central e quatro elevadores. Hoje em dia, e devido ao forte tráfego rodoviário que se faz sentir diariamente nesta ponte, o número de faixas de rodagem foi alargado para três de cada lado, desaparecendo as pistas para ciclistas. Os dois passeios pedonais também ainda existem.

 

Um Cruzeiro no Douro para apreciar a Ponte da Arrábida

A ponte da Arrábida é a ponte mais próxima da foz. Imponente e bela, é um monumento encantador. No nosso Cruzeiro das Pontes, um passeio de barco de 50 minutos pelas margens de Porto e Gaia, é possível passar pela Ponte e admirar a sua magnificência. O nosso guia contar-lhe-á a história e curiosidades desta enquanto, enquanto admira as fantásticas paisagens que vão desfilando para margem do Rio Douro. 

Helena Azevedo

Helena Azevedo

Email
Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui