Blog

Vinho do Porto: já conhece o mais saboroso néctar dos Deuses?

voltar

Este incomparável vinho licoroso é um dos mais famosos do mundo e desdobra-se numa ampla diversidade de ofertas. Descubra-as!

Paula Carvalho

Paula Carvalho

Email

Vinho do Porto. Basta referir este afamado produto tipicamente português, produzido com uvas da Região Demarcada do Douro, para que o nosso palato se regozije e a nossa disposição se ilumine em antecipação do seu incomparável sabor.

E a que deve este vinho licoroso, natural e fortificado a sua irresistível doçura e intensidade aromática? Ao seu processo de fermentação tradicional, que passa por ser travado numa fase inicial, mediante a adição de uma aguardente vínica neutra – é também este facto que lhe assegura o elevado teor de álcool que, variando entre 19% e 22% vol., muitas vezes surpreende os mais incautos.

No entanto, além destes fatores, sem dúvida distintivos, o Vinho do Porto destaca-se ainda por uma ampla oferta de tipos, doçuras e cores. Assim, se lhe interessa ficar a saber um pouco mais sobre a matéria, nós damos uma ajuda. Está preparado? Vamos, então, começar:

  • A nível de cores, pode encontrar Vinho do Porto que varie entre o retinto e o alourado-claro, passando pelo tinto e tinto-alourado; no entanto, quando falamos de Vinho do Porto Branco, as tonalidades passam pelo branco pálido, branco palha e branco dourado.
  • Já a nível de doçura, de acordo com o seu gosto, poderá optar entre muito doce, doce, meio-seco e extrasseco. A característica em comum: são todos deliciosos.
  • Por fim, no que toca às categorias, de acordo com o Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, podemos identificar duas principais tendo em conta o tipo de envelhecimento:

Estilo Ruby: vinhos de cor escura/tinta, muito frutados, com sabores a frutas vermelhas e com características associadas a vinhos jovens, como o vigor. Neste estilo, podemos enumerar, por ordem crescente de qualidade, as categorias Ruby, Reserva, Late Bottled Vintage (LBV) e Vintage – garrafas dos dois últimos são especialmente adequadas para guardar, uma vez que estes envelhecem muito bem nessas condições.

Estilo Tawny: estes vinhos apresentam tonalidades próximas do âmbar, como os já referidos tinto-alourado, alourado ou alourado-claro, com sabores a frutos secos e madeira, características que o envelhecimento tende a reforçar e intensificar. Neste estilo, são identificadas as seguintes categorias: Tawny, Tawny Reserva, Tawny com Indicação de Idade (10 anos, 20 anos, 30 anos e 40 anos) e Colheita. Todos eles podem ser consumidos logo após o engarrafamento

Outros: o Vinho do Porto pode ainda ser Branco - tradicionalmente um vinho jovem e frutado, com diferentes graus de doçura e menos rico em álcool – e Rosé – com aromas associados a morango, framboesa e cereja, este vinho rosado de sabor suave deve ser consumido novo e bem fresco.

Se apreciou a nossa breve introdução ao Vinho do Porto, saiba que há muito mais a aprender sobre o mesmo. E existirá melhor forma de o fazer do que uma degustação deste verdadeiro néctar dos deuses, enquanto desfruta de um animado e original cruzeiro pelo Douro? Nós achamos que não.

Por isso, entre várias outras alternativas bem atrativas, preparámos para si um incrível programa duriense: o já muito aplaudido Cruzeiro de três dias “Douro Encantado”, no qual vai poder fazer provas de três variedades de Vinhos do Douro, entre os quais o Vinho do Porto. Este é um programa único no Douro, repleto de experiências típicas memoráveis.

Junte-se a nós e deixe que a nossa equipa de profissionais altamente especializados lhe proporcionem uma experiência verdadeiramente inesquecível.

Paula Carvalho

Paula Carvalho

Email
Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça as nossas Políticas de Privacidade e Cookies aqui